Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pés na Terra, Cabeça na lua

Para ler e sentir.

Pés na Terra, Cabeça na lua

Para ler e sentir.

Adeus e Olá!

Este post, para além de último do ano, é também o último da década.

Tem o privilégio de ser escrito a bordo de um autocarro expresso a caminho de Madrid. Não é para qualquer um, han! Este post deve ser realmente especial. De certa forma é.

Claro que os tópicos mais falados nesta época andam à volta de recomeços/metas/mudança. É perfeitamente normal dado que uma década termina hoje. Nem mais um dia.

E que década esta! Passou-se num ápice e com a sua passagem nada ficou igual. Seja pelos avanços tecnológicos e as suas consequências na sociedade, ou simplesmente por terem sido apenas 10 anos que passaram, mas sei que tudo mudou. 

Amanhã entramos neste ano tão perfeito estéticamente: 2020. A numerologia é um campo que me desperta alguma curiosidade, e este ano para além de ser a chamada "capicua", que já não acontecia desde 1919, é definido pelo número 4. Sempre o achei bonito (sou só eu que vejo estética nos números?!) e para além de bonito, tem uma conotação que eu considero positiva: estabilidade, segurança, equilíbrio. 

Todos nós necessitamos um pouco de tudo isso.

Claro que só posso falar daquilo que tenho conhecimento, e para mim todos estes últimos anos têm sido a escalada da montanha que é a minha vida. Muitas mudanças em todos os campos, muita aprendizagem, muito sapo engolido, muitas expectativas criadas e muitas desilusões colhidas. O normal, quando se está no caminho para os 30.

A subida continua, isto não quer dizer que cheguei realmente a algum lado. Mas aprendi coisas importantes que guardei com carinho na mochila, que é o meu coração, nesta escalada da vida. Entre as quais, o significado das palavras paciência, equilíbrio, humildade, e mudança. De todas elas já conhecia o significado, mas há muitas coisas que sabemos mas não entendemos. E quando finalmente entendemos, faz-se luz. ✨

 

Um feliz 2020 para todos vós.

 

IMG_20191230_180440.jpg

 

LittleMissSunset

 

 

#Somos todos Adão e Eva

IMG_20191015_154137.jpg

 

A história de Adão e Eva é uma daquelas que todos nós já ouvimos falar, em alguma altura das nossas vidas.

Para os mais esquecidos, Adão representa o Homem e Eva a Mulher. Estes são colocados no jardim do Éden, o puro paraíso. E por lá existe a árvore do conhecimento, que contém o fruto proibido. Uma serpente vinda não se sabe bem de onde, diz a Eva para esta não comer a maçã caída dessa árvore, pois é proibido. 

Claro que sempre que nos dizem que algo é proibido parece que causa um desejo ainda maior. Como tal, Eva comeu a bela da maçã e deu a Adão a provar.

Conclusão: foram expulsos do paraíso. Por outro lado tiveram acesso a outras coisas; neste caso concreto, ao conhecimento.

Quando digo que todos somos Adão e Eva, quero dizer que em qualquer altura das nossas vidas já sentimos esse desejo de comer "a maçã". Não interessa que tipo de maçã é, mas vou chamá-la assim. A maçã retrata o desejo por algo proibido.

 

É uma dicotomia, a decisão de comer ou não comer "a maçã". Uma luta entre o coração e a cabeça. Os nossos desejos mais íntimos dizem-nos para seguir em frente e comer a maçã, mas a cabeça vem relembrar que isso traz consequências. E que normalmente essas consequências implicam uma impossibilidade de retorno. There is no turning back.

Então, quem devemos deixar ganhar nesta luta? Devemos dar apenas uma trinca para ver a que sabe? Ou isso já seria infringir as leis e passar a linha que separa o permitido do proibido?

"You can look but you cannot touch". Ou neste caso "You can touch but you cannot taste".

Eu acredito que a chave da vida é o equilíbrio. Por isso um pouco de ponderação entre prós e contras é uma medida normalmente eficaz.

 

Nem tanto ao mar nem tanto à terra.

 

**

LittleMissSunset

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

    Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2019
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2018
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub