Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pés na Terra, Cabeça na lua

Para ler e sentir.

Pés na Terra, Cabeça na lua

Para ler e sentir.

Cinderela no Século XXI

 

Era uma vez...

 

Uma Cinderela que acordou no mundo real. Observou junto à cama na qual acordara e não encontrou os seus famosos sapatinhos de cristal (já não bastava um deles ter andado desaparecido durante tanto tempo!). Onde teriam ido? Ao invés disso, depois de um segundo olhar mais atento, deparou-se com um par de ténis All Star gastos do tempo.

Levantou-se da cama em sobressalto para ver se pelo menos a sua carruagem que em tempos teria sido uma abóbora ainda se mantinha à sua espera mas também não!!! À sua porta estava apenas uma "carruagem" de reduzidas dimensões, feita de chapa, sem cavalos e que parecia ter mazelas de má utilização (ou apenas de utilização). "Mas que raio..." pensou Cinderela assustada.

"Antes de adormecer estava num palácio e tinha tanta coisa e agora acordo aqui neste lugar estranho, nesta pequena divisão de um edifício que a nada se assemelha a um palácio, e que ainda por cima está inserido numa floresta urbana??!!!?? Bom, pelo menos o príncipe ninguém me roubou certamente" pensou Cinderela, enquanto os nervos se começavam a apoderar do seu interior.

- Príncipe!! Onde estás??

E ninguém respondeu.

- Príncipe, pára com a brincadeira, não está a ter piada!

Mais uma vez, Cinderela foi verificar e não havia sinal nem do príncipe nem da sua existência.

"Não posso acreditar... Tudo o que me pertencia desapareceu... O palácio, os sapatos de cristal, a carruagem, o príncipe. Deixa-me lá ver se pelo menos os meus vestidos viajaram comigo no tempo." pensou Cinderela. Encontrou alguns vestidos, de facto, mas nenhum se assemelhava àqueles que usava nos bailes em que Cinderela e o seu príncipe dançavam juntinhos até à meia-noite.

Depois de vaguear pela nova casa em busca de alguma pista, ou de alguma explicação, concluiu que algumas coisas lhe pareciam familiares, mas era como se tivesse renascido numa nova realidade: mais moderna, mais fria e menos fantástica.

Não havia criados, cortesias, o frenesim constante, e nem sequer as meias-irmãs malvadas ou a madrasta que um dia finalmente havia desistido de a importunar.

 

Cinderela não sabendo mais o que fazer, decidiu sentar-se na sua nova cama e reflectir sobre a sua situação actual. Até que teve um impulso de levantar a sua almofada e lá encontrou um pequeno papel amachucado.

Desdobrou-o com cuidado e este tinha uma mensagem que dizia:

"Bem-vinda à tua nova realidade. Agora terás que trabalhar para comprar uns sapatinhos como os anteriores, terás que construir o teu próprio palácio se assim o quiseres, e quanto ao príncipe a história é ainda mais complicada. Irás encontrá-lo, mas tem cuidado pois nesta realidade existem muitos sapos que se mascaram de príncipes, por isso não te deixes enganar. Quando o encontrares saberás."

 

E assim foi. A Cinderela continua na luta...

 

 

 

Little Miss Sunset 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

    Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2019
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2018
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub